quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Entrevista de Sarney com o jornalista Carlos Chagas

José Sarney (PMDB-AP) concedeu uma entrevista bastante descontraída para o jornalista Carlos Chagas, no programa “Falando Francamente”, da “TV Paraná Educativa”. A conversa está dividida em três blocos (assista na ordem de cima para baixo) e tratou, além de assuntos atuais, de temas que dizem respeito à transição democrática e ao governo Sarney. No primeiro, o presidente do Senado fala da sua fama de supersticioso e relembra fatos do folclore político brasileiro. Mostra que não acredita na tese do terceiro mandato e defende o apoio do PMDB ao governo Lula e à candidatura Dilma. Elogia, ainda, o governador do Paraná, Roberto Requião e critica as medidas provisórias e os limites institucionais da atual Constituição.
No segundo bloco, faz confidências sobre bastidores da campanha que elegeu Tancredo Neves e os primeiros dias do governo da Aliança Democrática. Discute violência pública no Brasil atual e fala dos problemas do mundo contemporâneo. Explica, também, a necessidade de se respeitar o “critério democrático” para a entrada da Venezuela no Mercosul.
No terceiro e último bloco da entrevista, Sarney lembra da grande preocupação social de seu governo, critica os rumos tomados pelo neoliberalismo - e as privatizações - e fala da imagem pública do atual Congresso Nacional. Comenta, também, sobre liberdade de imprensa, eleições 2010, sua produção literária e os maiores problemas enfrentados quando era presidente da República.

video

video

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário